♡ Eu não estou bem, mas tudo bem ♡

 

Olá honeys! Talvez vocês estejam se perguntando, o que anda acontecendo na vida da Liih? E este é o segundo post em que eu vou desabafar, porque não tá fácil! Este é um dos principais motivos para amar a blogosfera e todos vocês que me apoiam, são amigos do meu coração, sério. Agradeço desde já <3

Há anos, eu venho me assustando muito com a chegada da faculdade e todas as responsabilidades que a envolvem. Minha vida é bem conturbada. Tenho problemas na família - com a minha mãe, mais especificamente - Algo que vem acompanhado de depressão e ansiedade excessivas.

 

Admito que eu não imaginava que ia ser tão difícil! Todas as coisas que são absolutamente normais pra as outras pessoas, são difíceis pra mim. Ontem, eu fui fazer a matrícula na faculdade e tive de pedir pro meu pai vir junto, porque eu não consigo sozinha! E o pior, é que ele não entende bem isso. Acredito que seja um transtorno de ansiedade. Eu detesto sair de casa e presenciar novas situações. Mesmo estando lá com ele, me senti incapaz de ser responsável, já que as próximas parcelas serão pagas por mim e o modo como tudo tem que ser bem entendido, tipo o Prouni e o Fies... Essas coisas todas que eu tenho de fazer sozinha, acabam comigo!

Eu escolhi psicologia, então meu pai dizia que talvez esse não seria o curso certo pra mim, o que fez eu sentir mais medo ainda. Como se não fosse suficiente esse pânico todo, eu ainda não tenho emprego e meu pai não pode pagar tudo sozinho. Deixei mais currículos por aí e estou desesperada! Eu tenho até janeiro pra conseguir algo, senão, terei de largar a faculdade - bem, vejamos como irei no Enem, mas é pouco provável que consiga a bolsa ou o financiamento.

Ontem eu chorei tanto! Ficava enxergando o meu próprio reflexo no espelho, o rosto parecia acabado. Eu parecia acabada. Destruída por dentro. Chegava a doer no peito, eu respirava mal, porque eu nunca vou parar de me sentir incapaz. Já tive outras recaídas bem desafiadoras, mas acho que nunca me senti assim antes. Foi como se eu quisesse realmente sumir. Realmente.

Se vocês não tem depressão, eu digo uma coisa, agradeçam. Pelo amor de Deus, vocês não sabem o quanto é terrível. Isso destrói a nossa essência. É tudo o que a gente sente. É a forma como vivemos, a forma como vemos o mundo! Tenho feito tanto esforço para continuar viva, e ontem, quando me peguei daquele jeito eu perguntei à mim mesma: Quando isso vai parar? Eu não aguento mais.

Não sei se terei forças para enfrentar tudo o que virá. Se eu conseguir um emprego, vai ser ótimo, mas eu teria de trabalhar oito horas e depois ir pra faculdade, não sobraria tempo pra nada, nem para estudar direito eu acho. E como enfrentar o primeiro dia na faculdade? Repleto de pessoas que não conheço, isso se eu me encontrar dentro do campus, porque eu sou tão lerda... E se eu não gostar do curso? E se eu me formar e não conseguir emprego? Pense em todo o gasto para pagar a faculdade, será que vale a pena? Estou a ponto de desistir disso. Espero encontrar forças e conseguir realizar tudo. Eu realmente gostaria de ser psicóloga, mas não sei como vai ser.

30 comentários:

  1. Olá!
    Olha, nesse desabafo seu percebi o quão somos parecidas. Quando vc disse "Todas as coisas que são absolutamente normais pra as outras pessoas, são difíceis pra mim" eu chorei... Sério, isso é tão eu que chega a doer o fato de q tem mais alguém passando por isso, pois é horrível.
    Estamos no mesmo barco, mas acho q estou um pouco mais na beirada. Eu n tenho a minima ideia de qual faculdade fazer; n fiz enem pq tenho a convicção plena de q n sou capaz; e preciso urgentemente de um emprego para pagar as dividas pendentes do curso que fazia e tive q largar (já passa de 1500 reais, e o juros ta lá correndo todos os dias....) EU N SEI O QUE FAZER, N TENHO PRA ONDE CORRER!
    Nunca fui diagnosticada com depressão ou ansiedade, mas sei q tenho pelo jeito e sou e tenho agido a cada dia. Eu n sei se estou melhor hj em dia, pois a dor está maior, a única diferença é q eu n pratico mais a automutilação.
    Mas ainda há um pequenina faísca dentro de mim q ingenuamente pensa q um dia isso irá melhorar...

    Skull Minds
    Twitter
    Tumblr
    Snap: maisaindia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh, querida! Pois é, sofremos praticamente no mesmo nível e é horrível, ah, como é horrível!
      Sim, eu também preciso do emprego, mas tipo, esse pessoal simplesmente não contrata! Dá vontade de chagar na entrevista e mandar todo mundo se foder, cara, desde o início do ano eu queria estar trabalhando, pra juntar dinheiro pra faculdade e comprar roupas e coisas de que eu precisava. Parece que não tem jeito, a gente não vê saída.
      Admito que parte de mim ainda tem esperança, mas sabe, quando se é assim, a depressão vai te sufocando cada vez mais, como se você quisesse continuar vivendo, mas não consegue encontrar saída. Deus, me ajuda.

      Excluir
  2. Olá benzinho, lembra de mim? Creio que não. Mas sou a Geovana, do blog Radioativa, que foi excluído e tals. Eu voltei e é bom ver que você não largou seu cantinho, pois amo esse lugarzinho aqui ♥

    Me sinto profundamente triste em saber que você se encontra nessa situação. Não tenho muito o que dizer sobre isso, por que não sei como é a vida de muitas responsabilidades. Porque convenhamos, as responsabilidades de um adolescente e de um adulto são totalmente distinguidas.

    Te desejo toda a sorte do mundo, toda a bênção de Deus e tudo de mais lindo pra você. Espero que você consiga, de coração, passar por tudo isso. Enquanto eu lia seu post me veio outro post em mente, que é de um blog que estou sempre a visitar, e o post é esse: http://www.isabelafreitas.com.br/sua-ansiedade-nao-te-consome-mais
    Esse post parece que foi escrito inteirinho pra você! E o mais interessante: a moça que escreveu também quer cursar psicologia.

    Beijos, meu bem ♥

    Se quiser saber de onde brotei...
    No More Lies

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lembro sim! Inclusive de quando disse que iria excluir o blog, então, é bom saber que está de volta!
      Ora, que lindo! Vou dar uma olhadinha nesse texto aí.
      Eu também espero conseguir passar por isso, muito obrigada <3

      Excluir
  3. Olá Liih!
    Me identifiquei tanto com você, eu sou uma pessoa muito ansiosa, e muitas vezes desejei não existir mais. São tanto bloqueios mentais, problemas a nossa volta, que nos matam por dentro.
    Mas sabe? temos que ser forte, e muito. Os vencedores vence dores, né? Você tem que acreditar mais em você, que você consegue, que você é maravilhosa. Faz um exercício assim, de pensamento positivo. Toda vez que se sentir incapaz, você vai dizer pra si mesma: "Eu consigo, eu não ligo pro que vão pensar, ou se vou fazer errado, porque eu consigo, eu sou maravilhosa" sério, funciona, por maior que seja seu medo, você consegue.
    Não se preocupe, e nem tenha medo das coisas que estão por vir, viu? porque o que há de ser será. Deus está com você. E lhe desejo muita felicidade e sucesso na sua caminhada pela vida.
    Me encontrei muitas vezes, assim como você disse no texto, mas tudo passa. E são os piores momentos que nos trazem aprendizados, e um início de uma grande felicidade.
    Eu entendo a sua dor, e seu desespero, mas tudo vai ficar bem, viu?
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eu entendo o que você quer dizer. Muitas vezes eu penso dessa maneira, mas por mais que eu me tranquilize por fora, as borboletas continuam no estômago. Praticamente, eu não consigo controlar.
      Essa frase é bem positiva sim, muito obrigada por entender <3

      Excluir
  4. Ten fuerza todo va a salir bien vas a lograr todos tus sueños ,recuerda que siempre se presentan obstáculos en la vida pero los vas a superar y lograras todos tus sueños,Suerte

    ResponderExcluir
  5. Liih, bom dia/tarde/noite CHEGUEI! Vi esse post e fui ver o que está acontecendo. Acho que eu entendo, eu também não gosto de sair sozinha dá uma sensação ruim. Mas eu acho que talvez o melhor a se fazer seja você tentar enfrentar esse medo de sair sozinha. Presenciar novas situações? É algum tipo de medo de se apegar a algo, ou ter que enfrentar novos sentimentos ou algo assim? Eu acho que temos que lembrar (ver o lado positivo) que se conhecermos pessoas novas, poderemos encontrar algo que falta em nós. Veja pelo lado bom, pode haver uma pessoa que precisa da sua ajuda, uma pessoa que pode ser sua amiga. Agora se você tem medo de fatos que podem acontecer no cotidiano, tente se acalmar e mudar de pensamento. Pense "nada de ruim vai acontecer" e respire fundo. Só tente ir na rua sozinha por um dia e vê. Lembro que vi num site que um truque para aliviar a ansiedade é respirar fundo, porque o cérebro capta que você está mais tranquila. Mas entendo que sem as pessoas te entenderem as coisas complicam certo? Faz o seguinte? Tente conversar com pessoas que te entendem e tente criar um pensamento interno (positivo). Sabe de uma coisa? Tem pessoas que antes de alcançar a fama também foram contrariadas tipo o Walt Disney sabe? Falaram que ele era pouco criativo. Mas ele continuou. Se seu pai acha que você não serve muito bem para psicologa ignore. Não ligue. Tem gente que tem mania de querer opinar nossas escolhas, mas você sabe mais de si não é? Tu gosta de psicologia, então vamos na psicologia. Se a gente gosta, serve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha esse lance de chorar acho que eu entendo. As vezes as pessoas choram para desabafar não é? Quando for assim, acho que chorar é bom. Porque é melhor do que guardar e se tornar mais dura. Se sente incapaz? Olhe, mude seu pensamento!!! Pense bem, há pessoas que só são o que são por se sentirem capazes. Já vi uma frase: "Você é o que você pensa." Não se sinta incapaz porque você não é. Você pode ajudar pessoas, você pode ter uma boa carreira, você pode superar esse teu obstáculo. Tente diminuir sua ansiedade, acho que você deveria tentar relaxar. Marque de sair com alguém, algumas amigas, veja algum filme, faça alguma dança ou até mesmo pegue sol. Nada é difícil só se a gente alimentar que é. Calma, vá indo pouco a pouco superando suas dificuldades. Acho que entendo essa ansiedade de achar que vai dar errado. Pense que suas ansiedades são passageiras. Vamos retirando pensamentos negativos. A vida só dá coisas que podemos enfrentar. Se você enfrentar isso se tornará uma pessoa mais forte do que já é. Conflitos chegam, temos que aprender a acabar com eles. Pense positivamente: Ainda tenho forças, cheguei até aqui, posso ir mais longe. Vou fazer uma lista de tempo, para poder ver os horários, talvez umas 8:00 para o trabalho outras horas para faculdade e vou reservar umas 2:00 para estudar. Olha, o dia tem 24:00 não é impossível dividir o tempo. O melhor modo é você anotar o tempo num papel, só que botando um horário exato como por exemplo: "dás 9;00 às 10;30 para estudar" e acaba seu tempo. E você vê o que pode fazer em seguida. O que sobrar de tempo você curte. Veja 24:00 dá para fazer muita coisa. Não é algo impossível. Como enfrentar o primeiro dia da faculdade? Levanta com o pé direitoooo!! Pense, conhecerá pessoas novas que poderão te admirar por saber desenhar ou cantar. Poderá encontrar amizades. Vai ir se acostumando pouco a pouco. Conhecerá pessoas que também gostam de psicologia. Vamos, força de vontade! Pensamento positivo. Você fala como se só fosse conhecer coisas ruins. Veja, é uma porta de oportunidade para você conhecer pessoas novas e ter novas experiências. Acho que você vai gostar do curso. Se você se formar, vai conseguir emprego. É a lógica. Calma, pensamento positivo. É só você arrasar no currículo. As sortes da vida acontecem. Podem te chamar. Eu acredito que podem te chamar sim! Veja, deve haver lugares que precisam de psicologos. Minhas duas irmãs (a mais velha e do meio) sem ser a Yuka também estão fazendo psicologia, não é nada tão ruim. É só se dedicar e entender. Vamos, você estudou na escola foi pro ensino médio para desistir da faculdade? Isso que talvez não valha a pena. Pense, se é algo que você gosta te trará um bom futuro é claro que vale a pena. Pensamento positivo. Essa história vai ter um final feliz!!! "Eu gostaria de ser" mude essa frase para: "Eu vou ser com minha força de vontade e garra". Vamos Liih! Pense no que eu te disse. Espero ter te ajudado. E você vai conseguir se tentar. Quem tenta consegue! Aprendi isso na vida. Força de ânimo. Tente enfrentar seus medos pouco a pouco! Pouco a pouco cria uma montanha. Acredito em você! Sei que vai conseguir!!! <3333333333 Vamos lá!

      ┈━═☆Até ✿ ����
      O Snack Cheese é a queijolândia~�� | Temos tintas e penteados! ✄ Venham, o Snack Cheese virou salão ♥ ฅ(^T^)

      Excluir
    2. Oh, claro. Eu enfrento isso sim, já fui a vários lugares sozinha, mas o que acontece mesmo é um desconforto. Tudo depende do lugar e do que eu vou fazer. Medo de presenciar novas situações é um medo de ficar perdida mesmo, ou não conseguir conversar facilmente com as pessoas.
      Sim, chorar é bom, mas aquele dia eu chorei tanto! Minha cabeça doeu muito por isso à noite...
      Eu adoro sair com os amigos, estamos planejando sim, auehaue, pra ver Fallen <3 Quando estou com eles me sinto bem melhor. Bem, muito obrigada ^^

      Excluir
  6. Olá Liih sagita que nem eu e a Iza ♥ Sim é bom ter um blog por causa disso. Você pode desabafar e contar as coisas. E eu vim aqui para te dar umas palavrinhas, não sei se elas irão te ajudar mas essa é minha intenção. Olha, eu acho que consigo imaginar o que você pode estar passando. Existem muitos desempregados por aí e você felizmente está conseguindo ter um rumo ao um emprego. Não precisa temer esse lance de currículos afinal existem lugares que NECESSITAM de psicólogos, e quando verem que tu fez faculdade disso isso irá facilitar. Afinal o emprego deverá ser dado para quem tem a experiência no assunto. Não desista! Você deve ter passado dificuldades até aí na escola ou no ensino médio, ter estudado para tantas provas e ter entendido matérias complicadas. Você conseguirá fazer essa faculdade sim. Não pense "eu gostaria disso" e sim "estou podendo" afinal você tem uma vantagem grande para conseguir trabalhar! Existem pessoas que tem menos vantagem. Olha um dia eu vi que medo é coisa do neurônio. E se nós não tivéssemos neurônios como seria? Talvez nós não temêssemos nada. Eis a questão, o medo pode ser necessário. Porque acho que o cérebro cria medos para não lidar com a coisa ruim que pode existir. Mas vejamos e se algo ruim acontecer? Se acontecer aconteceu! O medo por acaso irá impedir o acontecimento? Quem tem medo da chuva e fica parado enquanto chove, o medo da chuva não mudou nada. Mudaria se a pessoa criasse uma atitude. Realmente faculdade pode ser um tanto trabalhosa mas segue o truque da Iza de fazer horários. Lembrando que existem feriados e uma hora haverá as férias para descansar. Eu realmente entendi que devemos agradecer por não termos depressão, eu já tinha essa mentalidade de agradecermos nosso estado atual. Porque existem pessoas que poderiam querer ficar no nosso lugar. Que pessoas ao redor do mundo estão em uma situação pior do que a sua? Realmente seu pai não entender é um fato que pode complicar. Porém emocionalmente. Seu pai acreditar ou não em você sendo psicóloga não irá mudar o seu futuro. Não irá mudar quem você é. Você precisa saber que as pessoas tem realidades diferentes em suas mentes e a dele é essa. Mas se você quer e escolheu você sabe que você pode se dar bem. E um truque que eu te dou é ouça músicas! Existem músicas de motivação ou que expressam o sentimento que você sente. Se quiser eu posso te recomendar umas músicas que talvez te ajudem no seu estado atual. Eu te recomendo ouvir uma música que expresse tudo o que guardas dentro de si e outras que te animem. A música pode te ajudar!!! Sério mesmo. Algo que te motive e te faça lutar. Bem você no futuro poderá ajudar seus pacientes (POIS VOCÊ VAI CONSEGUIR SER PSICÓLOGA!) falando dessa sua experiência, e você os entenderá até. Conhecer pessoas novas pode parecer algo meio perigoso. Mas pense bem haverão pessoas que querem entrar na psicologia também. Então talvez elas concordem com suas opiniões. Existe um truque para tirar a insegurança. Fazer pose de super herói por 3 ou 5 minutos não me lembro, frente ao espelho. Porque o subconsciente aceita sugestões facilmente. E aí você poderá se sentir mais confiante. Algumas pessoas acham que parecer ser confiante é viver recebendo elogios ou que todos pensem bem de você, mas ser confiante não seria você saber quem você é? Quando você sabe quem é, não há quem possa falar o que você é! Porque você já sabe! Não precisa de explicações. Olhe quando você for se olhar no espelho pense o seguinte "Eu sou uma pessoa forte, porque estou conseguindo passar por isso. Sou uma guerreira forte na vida não importa se disserem que não! Porque sei quem sou." E mesmo que sua cara esteja cheia de lágrimas diga isso! Isso irá te ajudar. Creia em tu mesma. Se tem gente que está conseguindo, tu consegue também!!! E vamos que vamos!

    ┈━═☆Até
    O Snack Cheese é a queijolândia~ | Temos tintas e penteados! ✄ Venham, o Snack Cheese virou salão ♥ ฅ(^T^)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. TRUQUE PARA QUE TE ACEITEM NUM CURRÍCULO.
      Bote o que você quer fazer com o trabalho. Se desenvolver, ou então crescer, ajudar o trabalho. Bote algo que comova quem ler mas sem fazer drama. Bote as habilidades que podem te ajudar no trabalho. Bote o jeito que você tem de lidar com as pessoas. Bote que você só precisa de uma chance para ajudar um trabalho e fazer um bom trabalho. Não bote erros ortográficos. Tente falar de uma forma formal. Treine para entrevistas de emprego.

      Bem, eu vi que mudou o layout. Ficou lindo eu gostei dele <33 Legal como o blog! Parabéns pelo trabalho.

      MÚSICAS PARA TE AJUDAREM (SÃO TODAS DE K-POP, ESTÃO LEGENDADAS E AS TRADUÇÕES ACHO QUE IRÃO TE AJUDAR).

      https://www.youtube.com/watch?v=tV1JTYQ8a1Q - Girls Generation.

      https://www.youtube.com/watch?v=5uy0Y1aoAEE - Red Velvet.

      https://www.youtube.com/watch?v=S2Mt7JRQSxk - Girls Generation.

      Espero ter ajudado. OBS: A Iza também ajudou na escolha das músicas.

      Excluir
    2. Pois é, sagitariana <3 Eu sempre agradeço, já citei anteriormente que amo a minha vida! Mas está difícil superar essas coisas. Sim, eu também acho que essa experiência poderá ajudar quando eu me formar, entender o paciente é o mais importante.
      Que bom que gostou do layout, mas ele não foi feito por mim. Eu fiz apenas algumas alterações.
      Parece que eu finalmente vou ouvir k-pop - não que seja a primeira vez, mas eu não costumo ouvir :P Nossa, vocês realmente se importam, obrigada!

      Excluir
  7. Oi, Liih! Nossa, eu me identifiquei em alguns pontos, principalmente com a parte de se sentir "vulnerável" ou incapaz de fazer coisas que seriam simples, eu sou assim também. Muitas vezes deixo de fazer as coisas ou terminar projetos por me sentir incapaz de conclui-los ou mesmo de seguir adiante. É um sentimento ruim, depreciativo.
    Nunca fui diagnosticada com depressão ou ansiedade, mas eu gosto de ler bastante desde que minha amiga passou por um período muito parecido e eu senti a necessidade de ajudar.
    De verdade, e de coração desejo que tu consiga ultrapassar essas barreiras e que as coisas melhores. Não sou a melhor conselheira, mas eu acredito que uma das melhores coisas que eu sei fazer é ouvir, então se precisar de qualquer coisa eu to aqui, tá? Não se preocupe em trazer desabafos pro blog, esse é um dos pontos positivos de se ter um: poder falar abertamente, sem medo.
    Que tu consiga um bom emprego e que dê tudo certo na faculdade!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente isso! Mas eu não deixo de fazer simplesmente porque me sinto obrigada.
      Eu também sou assim, por isso pensei em psicologia, sou muito empática!
      Obrigada pela gentileza <3

      Excluir
  8. Olá ~ Me identifiquei com algumas coisas principalmente sobre a faculdade. Estou muito preocupada também sobre não gostar do curso ou sobre não achar emprego. Sem falar que a pressão em cima da gente é enorme, isso me deixa mais apavorada.
    Não se preocupe se seu pai acha que o curso não é bom para você, você tem que fazer um curso que você quer. Não fique preocupada se caso não gostar, isso é normal, faz parte. Temos que escolher o nosso futuro com apenas 18/19 anos, eu acho isso muito pouco, então trocar de curso é bem comum. É só assim pra gente conseguir entender cada curso. Não se preocupe com o emprego por enquanto. Se você se tornar uma boa profissional, empregos irão surgindo. Se eu não me engano, em psicologia você pode ser autônomo.

    Eu sou muito difícil com palavras, serio, como eu sofro com isso. Vai tudo dar certo, entendo um pouco sobre a situação e entendo o como é difícil. Mas eu sempre acredito que, se ta muito complicado agora, é porque algo muito bom esta nos esperando pela frente. Eu espero não ter piorado as situações.

    Chu~ Sugar Free

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, muita pressão, socorro!
      Em psicologia eu posso ser autônoma sim, mas no caso, é difícil conseguir clientes.
      É o que dizem não é? Também espero que seja assim <3
      Ora, é claro que não, muito obrigada!

      Excluir
  9. Linda, ergue essa cabeça ai, não deixa nada te abalar não, li seu texto com atenção, muita gente não acredita em depressão, outros acham apenas babaquice. mas depressão é uma doença, minha mãe tinha, tive amigos que tinham e confesso que eu passei pelo mesmo enquanto convivi com eles. Não é facil, mas você supera. não liga para o que dizem não, você tem tudo pela frente, Psicologia é um ótimo ramo(inclusive meu namorado fará, e eu sempre irei apoiar) VOCê TEM TUDO PELA FRENTE, e não precisa buscar forças, deixe estar. você consegue continuar, seu blog é maravilhoso amada, eu sempre acompanhei ele Liih, utilize para fazer o bem, o que gosta, ocupa sua mente. qualquer coisa, pode conversar comigo viu? ou então, com alguém que confie.

    http://thesweetmomentts.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh, é mesmo? Pelo menos você tem namorado, auehaue, okay parei, mas que legal que ele escolheu cursar isso :3 Sim, é exatamente disso que eu vivo, fazendo e vivendo com as pessoas que gosto.
      Que bom que gostou do blog! Mas não estou lembrada de você... Hum, acho que deve ter me confundido, ou eu estou pirando mesmo :P

      Excluir
  10. Desabafar no nosso blog é muito bom e libertador. Fiz isso quando o time da Chapecoense foi velado, porque lembrei do meu pai. E lendo o seu problema e medo, resolvi escrever aqui o que aconteceu comigo na faculdade e te aconselhar da melhor forma.
    Quando entrei na faculdade em 2014 também senti esse mesmo medo que você, eu não sabia o que queria fazer na faculdade e meus pais queriam que eu cursasse engenharia (mesmo eu sendo péssima em cálculo). Eles não tinham condições de pagar a faculdade para mim, tive que recorrer com o Fies, foi uma luta para conseguir... Levava documentos, a faculdade rejeitava vários, tivemos que correr atrás de vários recursos e minha mãe junto comigo, conseguiu validar todos os documentos e eu finalmente consegui o Fies e fiquei feliz da vida porque eu iria estudar.
    Não foi fácil a engenharia, o primeiro semestre foi maravilhoso, mas o segundo foi terrível, reprovei em todas as matérias e ficava pensando se eu saísse desse curso o que eu iria fazer da minha vida.
    Foi doído pensar nisso, porque eu também tinha depressão e complexo de inferioridade, naquele mesmo ano, descobri que meu namorado me traía com outras 2 mulheres, meu ex namorado tinha ficado noivo, etc. Tudo isso foi suficiente para me fazer ficar no quarto e na cama por meses, chorando e me sentindo o pior ser humano do mundo.

    Graças a Deus, porque eu desde pequena "nasci" na igreja e depois que desviei dos caminhos de Deus, todos os problemas começaram e eu resolvi voltar sabe? Voltar para a igreja, para os caminhos de Deus e largar todo o medo, pecados e tudo aquilo que me feria.
    Hoje eu estou feliz no meu curso que escolhi: Direito. Tenho força de Deus, paz e não sofro como antes. Mesmo tendo perdido meu pai nesse ano, saber que minha avó (mãe da minha mãe) estava com tumor no estômago e ser rejeitada por várias pessoas que um dia eu considerei, Deus me dá forças, deixa meu fardo mais leve, me sinto amada por Ele e isso é o que importa. Ele me conforta quando sinto saudades do meu pai e vejo toda dor que passei e ainda passo, devido aos problemas.

    Escrevi esse testamento para contar um pouco da minha vida também, tem vezes que eu fico pensando se é apenas eu que passo pelos problemas, pela dor, pelo choro... mas não é... Todos nós seres humanos passamos por isso, até mesmo os ricos.
    Espero de coração que você fique bem, não tenha medo e siga aquilo que você ama fazer, não siga o que seus pais querem que você faça (no meu caso, meus pais queriam a engenharia... Eu escolhi o Direito e estou feliz na minha escolha). Que Deus lhe abençoe e lhe ajude assim como Ele fez e faz comigo. E a próxima postagem eu quero ver alegrias e vitórias pelas suas escolhas. *---*
    Beijos. ♥

    Diário da Lady

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, é muito bom mesmo :3
      Poxa engenharia? Que horror, é puro cálculo! Sou péssima nisso, jamais faria algo totalmente relacionando com matemática :P Que bom que conseguiu mudar de curso então!
      Esse cara não te merece, tomara que ele se arrependa disso, babaca!
      Sim, eu também encontro muita força através da fé <3 Muito obrigada ^^

      Excluir
  11. Oee Liih o/

    Entrei na faculdade no início desse ano, e confesso que só não desisti porque passei o ano passado todo fazendo cursinho pré-vestibular, estudando bastante e com minha mãe gastando por mim. Ela foi fazer a matrícula comigo, e eu sentia minhas mãos suando muito, cada pergunta que ela me fazia era como um tiro. "Tem certeza que é isso que tu quer? Não sei não, heim.". Se eu me sentia decidida que queria Ciência da Computação, depois daquelas perguntas eu me sentia frágil e incapaz.
    Eu sou tímida, escolhi uma área onde tem muito mais meninos do que meninas, e fico sempre sozinha, incapaz de formular uma frase ou de tirar minhas dúvidas com os professores. Antes de começar as aulas, não tinha certeza se iria poder estudar porque não consegui aquelas bolsas e minha mãe tava meio apertada com dinheiro, e como eu disse, eu sou tímida, então é bem difícil achar emprego.

    Eu até dei um tempo no meu blog esses tempos por causa da pressão que eu tava sentindo, a tristeza que me abraçava e o sentimento de fraqueza. Poucas pessoas ligam, é como se tu estar se sentindo insegura fosse algo exclusivamente teu e as pessoas a tua volta parecem bem decididas, sem medos. Mas sabe, eu escolhi estudar algo que eu gosto muito, e depois de dois semestres chorando abraçada no travesseiro, eu resolvi deixar pra lá o fato de eu me sentir fraca, e comecei a desabafar, sabe? Falar como me sinto, ouvir conselhos, travar batalhas comigo mesma do tipo "vou fazer aquele trabalho ou então não vou ver animes no fim de semana", e até que tá dando certo.

    Pela minha experiência, não posso te afirmar que depois que começar a faculdade tudo vai ser uma maravilha, um mar de rosas, céu estrelado e tal. Mas se tu escolheu estudar algo que tu gosta, tu vai sentir inspiração, mesmo que tudo a tua volta pareça estar desmoronando. Mesmo que às vezes tu se questione em qual é o sentido da tua existência, ou que pareça que tudo tá dando errado. Mesmo que seja incerto tu conseguir estudar, arrumar um emprego, conseguir uma bolsa, por favor, pense na tua escolha. Qual a tua razão pra escolher estudar Psicologia? Essa razão, ela te faz se sentir viva? Se sim, tenta persistir. A gente é muito jovem, então é normal sentir medo, insegurança.

    No momento, eu tenho lutado pra desabafar, é a melhor coisa. Às vezes sinto como se eu quisesse parar de existir, então eu falo: EU ME SINTO COM VONTADE DE PARAR DE EXISTIR. Me sinto mais leve, tomo meu café e de repente falar não parece ser tão ruim. Sempre fui distante da minha mãe, então é meio difícil falar com ela, me sinto fraca, então escrevo cartas. Então, acho que quanto mais tu puder desabafar, faça.

    Talvez essa seja uma verdade que os adultos não nos contam, mas que todos passam, não é? Acho que o lance de amadurecer é tentar lidar com o medo de ser adulto, lidar com o quão assustador é ter tantas responsabilidades. Então, tenta se manter firme simplesmente porque tu sonha e tem razões pra fazer escolhas. E o mais importante: FALE SOBRE O QUE TU SENTE.

    Até mais >///<
    Dois Cafés [두카페]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, era bem isso que eu sentia no dia da matrícula. Comecei a sentir um pânico tão grande quando meu pai pagou aquele dinheiro todo, que eu queria desistir.
      Sim, de fato, escolhi algo que gosto. Psicologia é uma matéria muito fascinante para mim.
      Falar sobre o que sinto é algo que costumo fazer sim, é a melhor forma de se sentir apoiada e compreendida. Muito obrigada <3

      Excluir
  12. Olha pelo que eu li,vc está passando por muita coisa,isso me preocupa com vc e comigo mesmo rsrs,mas vc tem que pensar assim,vc não vai morrer,é faculdade,e vc não tá nas ruas pedindo esmola,vc tem que acreditar,eu já ouvi alguém falar para mim que nós temos nossas livres escolhas,e se acreditarmos em uma coisa e que ela pode se tornar realidade,ela pode acontecer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro, eu entendo, mas não é nada fácil. Obrigada :3

      Excluir
  13. Li esse post ontem, mas não consegui escrever.

    Eu entendo o que você está passando, mesmo. Eu venho sofrendo com isso há 6 anos. Nunca fui à um psicólogo, psiquiatra ou terapeuta. Nunca fui diagnosticada com depressão e/ou ansiedade. Mas tenho casos na família e sei bem como é. Por isso, acho que tenho.

    Eu sofro com isso, há 6 anos, desde quando descobri que tinha câncer. Eu tinha 13 anos, apenas. Hoje, com 19, já estou curada. Curada do câncer, mas ainda sofro com os resquícios que ele me trouxe. Não tem um dia sequer que eu não pense besteira. Ficar sozinha pra mim, é o fim. Eu tenho medo de tudo. Quando uma pessoa fala que está com dor em algum lugar, eu já acho que é câncer. E isso me atormenta sempre.

    Estou melhor, hoje. Já tive muito pior. Eu tento sempre pensar em algo bom antes de dormir. Procuro ler livros para viver outra realidade. Escutar música, cantar também... Procure ocupar sua mente, sempre. Mas com coisas que te façam bem. Cante, leia, escute música, mexa no blogger, escreva...

    Espero que você melhore. De coração. Acho que ser curada de uma doença desse tipo, é improvável. Mas melhorar, seja com ajuda de remédios ou não, nós conseguimos.

    Beijos,
    Fê.
    Gêmeas de Rosa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E sobre a escolha do curso, faculdade e tal, eu também tive muita dúvida no que escolher. Acredite, é normal.

      Eu sempre fui tímida. Não tenho muitos amigos. Não bebo, não fumo e não vou à boates. Me sinto excluída com os poucos amigos que tenho, mesmo assim. Sinto que não faço parte da realidade deles. Achei que isso aconteceria também na faculdade. Que eu ia ser "alone" e ninguém ia querer conversar comigo. Mas isto não aconteceu. Eu escolhi cursa Publicidade e no curso, existem muitos trabalhos em grupo. O que faz sermos obrigados a nos comunicar. Eu? Tímida do jeito que sou, tendo que me comunicar? Será que eu escolhi a profissão certa? Escolhi sim. Hoje, eu escolhi. Posso me arrepender no futuro? Claro. Mas hoje estou convicta da minha escolha e muito feliz. Fiz amigas na faculdade, que são parcialmente iguais a mim e estou me superando a cada dia. Ontem, eu não conseguia falar na frente de todo mundo. Hoje, se deixar, eu falo que é uma beleza.

      Você vai superar essa fase. Como eu superei, como outros superaram, também.

      Excluir
    2. Oh, poxa! Câncer aos treze anos? Que bom que você sobreviveu ^^
      Fazer as coisas de que gosto é mesmo uma ótima maneira de esquecer meus medos e problemas. Costumo ocupar minha mente sim, me perco em coisas que me deixam felizes <3

      Excluir
    3. Sim, eu tenho percebido o quanto essas responsabilidades preocupam tanta gente, não apenas eu. Mas eu tenho que admitir que me assusto demais com coisas simples, como ter de entrar num banco, cara... Outras pessoas fazem isso normalmente, mas pra mim é difícil.
      O que você descreveu é muito semelhante ao que sinto. Bem, mas essas festas são questão de gosto mesmo, eu realmente não quero ir à esses lugares :P
      Que bom que está superando seus medos! Eu realmente fico feliz em saber. Espero que eu também consiga algum dia, obrigada <3

      Excluir

♡ ♡ { Olá, seu comentário será bem vindo! Pode usar este espaço para dar sugestões, pedir afiliação e inclusive deixar seu link para a retribuição, mas não se esqueça de comentar algo sobre a postagem. Não aceito tags e selinhos, desculpem. Pode usar as palavras que quiser, inclusive palavrões, mas não ofenda a mim e aos outros leitores. Agradeço desde já } ♡ ♡

©